VOTO CONTRA TEMER NÃO PÕE MEDO EM VENEZIANO DENTRO DO PMDB

O deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) disse não temer represálias da executiva nacional de seu partido, em razão de seu voto que foi a favor da continuidade das investigações contra o presidente Michel Temer (PMDB), no Supremo Tribunal Federal (STF). Nessa quarta feira (25), o plenário da Câmara rejeitou o pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para que o STF investigue o presidente Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria Geral).

“Eu não tenho como assegurar que serei punido e também não posso ficar preso a isso porque se a formação do meu conhecimento dependesse das iminentes tentativas de represália e retaliação eu não teria tomado desde a primeira denúncia a decisão que tomei. Eu estou muito tranquilo, mas claro que irei lamentar se por ventura vier”, disse o deputado em entrevista ao programa Correio Debate, da rádio Correio Sat/98 FM.

O deputado disse ainda que não tem a intenção de deixar o PMDB. No entanto, o partido não deveria intervir em suas posições. “Não estou querendo ser expulso. Eu gosto do PMDB e não tenho interesse de deixar o partido, agora ele não pode reger as minhas posições a ponto de eu simplesmente abdicar da minha consciência”, destacou.

Eleições do próximo ano 

Segundo Veneziano, em caso de permanência no PMDB, seu apoio será no senador José Maranhão que se apresenta como principal nome do partido. “Se eu estiver no PMDB e o senador José maranhão apresentar – se como candidato, contará comigo, afinal de contas eu nunca faltei ao PMDB, nunca deixei de votar nos candidatos do PMDB. Agora em não estando no partido, seguirei a nova legenda na qual hipoteticamente possa estar a partir do quarto mês de 2018”, finalizou.




Fonte: correiodaparaiba.com.br

Deixe Sua Opinião - Comente Abaixo :
%d bloggers like this: