Maranhão volta a admitir diálogo com Ricardo Coutinho

Em entrevista ao programa 60 Minutos apresentado na Rádio Arapuan FM, o seandor José Maranhão  mais uma vez admitiu a candidatura ao Governo do Estado em 2018, e disse estar aberto à conversa com o governador Ricardo Coutinho (PSB).

Na entrevista, ele desmentiu entrevista do vice-prefeito Manoel Junior de que não disputaria Governo e adiantou que está aberto a entendimentos com o governador RC.

– Antes de mais nada, precisamos resgatar a verdade da reunião do PMDB, recentemente na qual ficou decidido que o partido terá candidato próprio ao Governo em 2018 e que, se convocado, estamos prontos e à disposição para sermos candidatos ao Governo do Estado – afirmou ele.

O senador dirigiu-se diretamente ao vice-prefeito da Capital negando suas declarações de inexistência da possibilidade de sua candidatura. “Isto não procede porque a realidade é exatamente o contrário”, frisou.

Maranhão disse que se sentiu sensibilizado com o gesto do governador de lhe destacar em recente entrevista na qual tratava de Manoel Junior.

– Não posso negar e deixar de registrar que a atitude do governador nos sensibiliza – acrescentou.

Em outro instante da entrevista, o senador admitiu conversar com Ricardo sobre a sucessão de 2018. “Esta possibilidade existe é faz parte da política tratarmos de interesses comuns em favor da sociedade”, observou.

Ele disse que o PMDB não tem problema de se coligar com nenhuma agremiação ou candidato, mas que a legenda não tem encontrado reciprocidade em seu apoio.J osé Maranhão, que é presidente estadual do PMDB declarou ainda que todos os partidos buscam o apoio do PMDB, mas nenhum reconhece a importância da legenda.

“Todo mundo está querendo o apoio do PMDB mas não quer reconhecer a importância do partido e nem se dispõem a apoiar nenhum candidato da legenda”, afirmou Maranhão.

Ainda em relação ao prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, ele disse que o prefeito não pode imaginar que o PMDB esteja já decidido a apoiá-lo em 2018 porque, segundo ele,o partido não tem este compromisso antecipado.

– Cada eleição é nova eleição e o PMDB já decidiu ter candidato próprio – frisou ele acrescentando que “ele precisa ainda ser candidato porque até agora não se assumiu desta forma”.

 

Fonte: pbagora.com.br

Acesse Aqui Mais Noticias da Politica no Portal da Paraíba

Deixe Sua Opinião - Comente Abaixo :

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: